O poder do silêncio, e o poder da palavra | por Louise Luz

O poder da palavra.

 

 

 

Quanto mais em silêncio eu fico, mais e mais eu valorizo o dom da palavra. Com certeza comunicar-se claramente é um dom. Como seres vivos, somos os únicos com esse poder, o da fala. E não é somente o de se expressar, mas também o de criar; criamos situações e realidades com nossas palavras, como também gastamos demasiada energia.

Será então que estamos fazendo bom uso das nossas palavras, criando relações e conversas positivas e inspiradas?

 

Saber ouvir o outro e a si mesmo.

Você já deve ter encontrado aquela pessoa que escuta mais do que fala, mas não por timidez, e sim por uma presença cheia de sabedoria, que quando abre a boca para falar ganha toda a atenção e  preenche o espaço com boas energias, inspiração e ensinamentos.

Geralmente não temos ideia do poder e do efeito que as palavras têm em nossa mente e no corpo físico. Por meio das palavras estamos criando vibrações e portanto, determinadas ações  e reações. Estamos criando um campo de atração a tudo aquilo que estamos emanando. Cada palavra que pronunciamos poderá agir contra ou a favor de nós, construindo (ou destruindo) os caminhos do nosso destino. Como diz o bom e velho ditado, se “a palavra é de prata, o silêncio é de ouro”.
 

Menos é mais. O poder do silencio.

 

Todos nós temos vozes internas que volta e meia nos deixam loucos. São tantos pensamentos contraditórios que fica dificil ouvir o que realmente importa. É preciso acalmar o falatório da mente. Meditar. Ter qualidade de silencio. Limpar os pensamentos negativos. Reprogramar seus pensamentos. Ter mais atenção na ação. Respirar antes de falar. Você faz alguma dessas coisas no seu dia a dia? Ou simplesmente chega em casa e liga a tv, o som, ou qualquer coisa que faça ainda mais barulho e te distraia dos teus próprios pensamentos? A maioria faz isso. Para nao “pensar”. Mas isso não passa de uma fuga para não encarar essas vozes, esse barulho interno. Tudo isso pode ser acalmado com o poder do silêncio, da meditação.

Tudo isso é prática. Você começa criando momentos de quietude durante seu dia. Pode ser 5 minutos para começar. Depois dez, quinze, vinte. Vinte minutos de meditação diária pode salvar o seu dia e a sua vida. É o famoso “reset” da mente, uma limpeza e pausa necessárias em meio a todo excesso de informações que vivemos. Se for muito difícil criar esses momentos no meio da sua rotina familiar e de trabalho, aulas de yoga, meditação e passeios na natureza podem te ajudar.

 

Mantras

 

Quem tem muita dificuldade em acalmar os pensamentos quando senta para meditar ou até mesmo na hora de dormir, pode apoiar-se em algum mantra, que ajuda a proteger a mente de maus pensamentos. A palavra Mantra deriva da raiz sânscrita Man = mente, e Tra = liberar. Ou seja, Mantra pode ser definido como um instrumento para liberar a mente. O mantra pode ser usado para promover cura, trazer clareza, proteção, direção espiritual e manifestar desejos. É uma ferramenta muito poderosa que proporciona estabilidade da mente e expansão da consciência.

Há diversos tipos de mantras e cada um tem o poder de atuar no Universo, interno e/ou externo, pessoal e coletivo. O mantra Om é o mais conhecido e o mais importante, pois ele é considerado o som primordial, o som da fonte de toda criação, da alma universal de onde derivam todos os outros sons. Sua repetição eleva nossa frequência e nos conecta direto com a fonte.

 

OM MANI PADME HUM

 

É um mantra  muito conhecido principalmente pelos Budistas que tem o poder de fechar a porta para o sofrimento que vem das emoções conflituosas como: inveja, orgulho, desejo, ignorância, ganância e raiva.

 

Japa Mala  (foto)

Os yogis utilizam o japa mala para fazer suas repetições e mantras. O japa mala é um colar de 108 contas também chamado de cordão de energia. Ao repetirmos um mantra, com a atenção voltada para o momento presente (ao segurar e contar cada bolinha), magnetizamos as energias acalmando a mente e nos conectando com as qualidades divinas do espírito.

 

 

Sankalpa

 

Você mesmo pode criar um mantra ou frase positiva, curta e no tempo presente, conforme seu momento atual de vida e suas necessidades. Em sânscrito nós damos o nome de ‘sankalpa’, resolução interna.  Ao afirmar sua frase, confie na força do seu pedido, em cada palavra proferida, com toda a sua intenção. Faça esse exercício e observe sua mente se acalmar indo na direção daquilo que você deseja criar. A partir daí observe as mudanças no seu dia a dia. A lei da atração que começa a agir ao seu favor colocando pessoas, informações e situações que conspiram a seu favor.  Observe a qualidade dos seus pensamentos se transformarem, dos antigos padrões de pensamentos negativas a novas ideias positivas. Afirme sua frase sempre que lembrar. Isso ajuda a criar a sua realidade. Comece ja!